Notícias

MPT:Procuradora do MPT-AL recebe homenagem do Exército Brasileiro por destinações para o combate à Covid-19

Data: 21/10/2020

Maceió – A procuradora do Ministério Público do Trabalho (MPT) Rosemeire Lobo foi homenageada pelo 59º Batalhão de Infantaria Motorizado, na última terça-feira (20), pela atuação institucional que resultou na destinação de recursos para o Exército Brasileiro em Alagoas e utilizados para medidas de prevenção e combate à Covid-19. Os equipamentos adquiridos foram utilizados para proteger os militares do contágio pela doença e para a realização de ações junto à sociedade, como a desinfecção de locais públicos, transporte de gêneros alimentícios e outras medidas.

Durante visita realizada à organização militar, a procuradora recebeu do comandante do 59º Batalhão, o coronel Cláudio Gadelha, um medalhão do Exército Brasileiro - uma lembrança que o Comando entrega para autoridades que apoiam o batalhão em alguma ação. Além da entrega da homenagem, Rosemeire foi recebida por oficiais no corpo da guarda, assistiu a uma palestra sobre a atuação do Exército desde sua instalação em Alagoas e conheceu as dependências da instituição, localizada no bairro do Farol.

"O motivo maior de nós termos convidado a doutora Rosemeire Lobo foi, primeiro, agradecer esse apoio que ela prestou à nossa unidade, por meio de recursos e material que nós recebemos e, segundo, para estreitar as relações entre o batalhão e o Ministério Público do Trabalho. São duas instituições importantes aqui no Estado de Alagoas e esse relacionamento institucional sempre deve ser fortalecido", explicou o Coronel Gadelha.

A procuradora Rosemeire Lobo destacou como valorosa a homenagem recebida e destacou a importância do Exército em sua missão institucional. “Como cidadã e como membro do MPT, é muito valoroso esse reconhecimento vindo de uma instituição ímpar, que é o Exército Brasileiro, com sua belíssima missão institucional a serviço da pátria e sempre atento à sociedade com a realização de diversas ações sociais. Parabéns ao Exército Brasileiro, em especial ao coronel Gadelha e a toda equipe do batalhão”, destacou a procuradora.

Recursos destinados

Em março deste ano, o Ministério Público do Trabalho em Alagoas obteve, junto à 7ª Vara do Trabalho de Maceió, a liberação de R$ 7 milhões para iniciativas de enfrentamento da pandemia do novo coronavírus no estado. O dinheiro faz parte do acordo judicial que o MPT firmou com a mineradora Braskem S.A, no mês de fevereiro, e que estabelece obrigações para a mineradora reparar os prejuízos socioeconômicos causados a moradores e trabalhadores afetados por rachaduras decorrentes da extração de sal-gema.

Do valor liberado, R$ 300 mil foram destinados ao 59º Batalhão de Infantaria Motorizado para a compra e repasse de equipamentos de proteção individual (EPIs). Também foram revertidos recursos para o custeio de medidas preventivas realizadas pelo Hospital Universitário e destinados recursos para a Associação Espírita Nosso Lar, Casa do Pobre de Maceió, Casa Luiza de Marilac, Associação Acolhimento Mãe das Graças, Lar Santo Antonio de Pádua e outras entidades.

Em sua manifestação, Rosemeire Lobo considerou a recomendação conjunta do Conselho Nacional do Ministério Público e da Corregedoria Nacional do Ministério Público e a do próprio Tribunal Regional do Trabalho da 19ª Região. Ambas orientam seus respectivos membros a reverterem valores oriundos de ações judiciais ou procedimentos administrativos para o custeio de ações de combate à pandemia de coronavírus.

Copyright © 2006-2020 JEMPE. Todos os direitos reservados.
Projeto Gráfico: Claren Design